O Colégio

Proposta Pedagógica

 

A missão da rede marcelina é  uma proposta de inspiração cristocêntrica e mariana,  para  viver  o catolicismo no meio educacional.

Para concretizar esta missão, a escola Marcelina de Belo Horizonte constitui-se em espaços educacionais de formação e convivência entre alunos, educadores, funcionários, pais, leigos e  religiosas,  crianças,  jovens  e adultos,   em  espírito  de  família.  É  lugar  de encontro  e  de  diálogo,  alicerçados  na  confiança, na verdade  e  no  respeito  mútuo. É lugar de “laboriosidade e austeridade” (Biraghi), de trabalho, reflexão e   oração, de construção de uma vida comunitária sedimentada em atitudes simples,  seguras e cotidianas, unindo “firmeza e suavidade” (Biraghi). É um espaço educativo que cria as condições necessárias para que o educando construa sua aprendizagem e se volte para o transcendente como o valor principal de sua vida. Nossa escola educa para a solidariedade, a honestidade e a justiça, utilizando os avanços científicos como base e instrumento de sua aprendizagem.  Educamos, ainda, para convivência com a diversidade e para o verdadeiro e pleno exercício da cidadania, num ambiente criativo que favoreça o desenvolvimento de tais competências para que o ser humano consiga traduzir, em sua existência, a sua essência. 

AVALIAÇÃO

Os ATOS AVALIATIVOS no Ensino Fundamental e Médio acompanham, coerentemente, as dimensões que são objetos de planejamento e de ensino, sendo que o produto cognitivo é avaliado de forma diferente da do processo afetivo e social. O processo de avaliação é composto de estratégias e instrumentos diversos, tais como provas individuais e coletivas, testes, arguições, trabalhos individuais e grupais, estudos dirigidos, seminários, debates, desenvolvimento de pesquisas e projetos, elaboração de relatórios, dentre outros. Serão aplicadas provas semanais (Fundamental II e Ensino Médio), ao longo de todo o ano letivo, com conteúdo cumulativo, segundo cronograma previamente definido.

O Colégio Santa Marcelina de Belo Horizonte opta pela recuperação paralela, de modo que, além de momentos previstos no cronograma para esse fim, os alunos do Ensino Fundamental e Médio recebem, ao início de cada etapa, um caderno de exercícios a serem trabalhados em casa e/ou sala de aula, de acordo com a orientação dos professores. A OAP é a oportunidade oferecida na 1ª e 2ª etapas aos alunos que desejarem rever os conteúdos, considerando que nosso objetivo maior é recuperar a aprendizagem.  O aluno poderá inscrever-se para a OAP e AOAP ao final da 1ª etapa, caso tenha obtido resultado inferior a 60% dos pontos distribuídos ao longo da etapa ou queira apenas rever conteúdos. No último caso, a nota da etapa não será alterada. O resultado final da recuperação será a nota alcançada na etapa mais a nota obtida na recuperação e o resultado da soma dividido por dois. Esse resultado NÃO poderá ultrapassar 60% do valor da etapa, ou seja, 18 pontos. Ao final da 2ª etapa, o aluno terá direito à OAP somente se tiver no somatório das duas etapas (1ª e 2ª), um valor inferior a 39 (trinta e nove) pontos. O aluno fará uma avaliação no valor de 65 pontos, podendo ficar com, no máximo, 39 pontos, que correspondem a 60% do somatório das duas etapas (1ª e 2ª).

Para a recuperação da 1ª e 2ª etapas e recuperação final, são reservados dias previstos em calendário para cada uma delas, a fim de que se possam esclarecer dúvidas com a mediação de um professor. Ao final de cada uma dessas etapas, o aluno fará a AOAP (Avaliação da Orientação de Apoio Pedagógico). Não existe suspensão das atividades  diárias previstas em calendário e horário, no decorrer dessas recuperações. O aluno em OAP fará a opção para o que melhor o atenda.

O resultado do aluno que ficar em recuperação,  qualquer que seja a etapa e/ou final, em hipótese alguma  poderá ultrapassar a média (60% da etapa) no quantitativo e REGULAR no qualitativo; quando a nota de recuperação for menor do que a da etapa, prevalecerá a nota maior. O aluno poderá realizar a OAP em, no máximo, três conteúdos, quando estiver cursando do 2º ao 8º ano do Ensino Fundamental e em quatro, quando estiver cursando o 9º ano do Ensino Fundamental II ou Ensino Médio. NÃO haverá em hipótese alguma 2ª chamada de AOAP (Avaliação de Apoio Pedagógico). 

O sistema de pontuação da OAP é assim estabelecido:

 

Etapa/Período

Valor total da Etapa

Média na etapa

1ª Etapa -> 2/2 - 19/4

30 pontos

18 pontos

2ª Etapa -> 20/4 - 23/08

35 pontos

21 pontos

3ª Etapa -> 24/8 - 2/12

35 pontos

21 pontos

     

 

Para a avaliação do aluno em  disciplinas cujas características assim o permitam, por exemplo, Ensino Religioso, Educação Física, a distribuição dos 100 (cem) pontos de cada ano letivo será feita de forma qualitativa desde que os critérios correspondentes sejam previamente estabelecidos pela respectiva diretoria e coordenação pedagógica. Dessa forma, o aluno fará a AOAP (Avaliação da Orientação de Apoio Pedagógico) sempre no valor quantitativo da etapa ou no valor qualitativo total conceitual. O resultado do aluno que ficar em recuperação nunca poderá ultrapassar a média (60% da etapa), ou seja, no quantitativo e REGULAR no qualitativo.Será adotada a fração 0,5 na média FINAL de cada etapa, por exemplo = 18,5 pontos.

DISCIPLINAS

Educação Infantil

Português, Matemática, História, Geografia, Ciências, Inglês, Arte, Educação Física, Música e Ensino Religioso.

Ensino Fundamental I – 1º ao 5º ano

Português, Inglês, Arte, Educação Física, História e Geografia, Matemática, Ciências e Programas de Saúde, Ensino Religioso.

 Ensino Fundamental II - 6º ao 9º ano

Português e Redação, Inglês, Espanhol, Arte, Educação Física, História, Geografia, Matemática, Ciências Físicas e Biológicas e Programas de Saúde, Ensino Religioso. 

OBS > no 9º. ano, as Ciências se compõem das disciplinas Física, Química e Biologia. 

Ensino Médio

Língua Portuguesa e Redação, Literatura, Inglês, Espanhol, Arte, História da Arte, Educação Física, História, Geografia, Sociologia, Filosofia, Ensino Religioso, Matemática, Física e Laboratório, Química e Laboratório, Biologia e Programas de Saúde.
 
O trabalho na Informática perpassa todas as disciplinas através de projetos pedagógicos.

Referencial Curricular

A Rede Santa Marcelina de Educação do Brasil, sentindo a necessidade de indicar novas maneiras de viver o carisma de seu fundador, Beato Luigi Biraghi, nos tempos de hoje, construiu o atual Referencial Curricular da Instituição, para contribuir na formação de um homem integrado ao contexto histórico de seu tempo. Desta forma, garantimos e reforçamos os preceitos contidos na Missão Marcelina, além de fazermos uma releitura atual dos fundamentos que alicerçam nossa Proposta Educativa.

Podemos afirmar que este referencial não é um novo documento, mas um novo olhar sobre o processo educativo da Rede Santa Marcelina de Educação do Brasil considerando os sinais dos tempos.
 
Ele se apoia na inspiração do Beato Luigi Biraghi. Tem a finalidade de sistematizar a fundamentação teórica sobre a qual se assentam as linhas gerais de sua unidade de ação educativa, para favorecer o crescimento pessoal e profissional de todos os que atuam na Instituição, bem como, buscar, coletivamente, o aprimoramento da qualidade de ensino.

Ciclos Educacionais

  • Educação Infantil

    Educação Infantil

    A Educação Infantil é a primeira etapa da educação básica.

  • Ensino Fundamental <br> 1º ao 5º ano

    Ensino Fundamental
    1º ao 5º ano

    O Ensino Fundamental com duração mínima de 9 anos.

  • Ensino Fundamental <br> 6º ao 9º ano

    Ensino Fundamental
    6º ao 9º ano

    Destina-se à formação, variando em conteúdos e métodos.

  • Ensino Médio

    Ensino Médio

    Prepara o educando para a cidadania através do Ensino Superior.

Estrutura

Parceiros

  • Polo Vestibulares

  • Escolas de Esp. Minas Tênis Club

  • Endorfina Assessoria Esportiva

  • Lipy Livraria e Papelaria

  • Hoffman Confecções

  • Elaine Gontijo Uniformes

  • Gulp

  • Mai English

  • Cultura Inglesa

  • App Prova

  • Módulo Enem

Localização

Alameda das Falcatas,505 - MG Cep:31275-070