Setores

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

Contribuir com a educação dos alunos, ajudando-os a perceber seus comportamentos inadequados, visando a sua integração equilibrada como pessoa bem relacionada consigo e com a comunidade, com direitos e deveres bem definidos.
Assegurar o cumprimento do regulamento com vistas a proporcionar um ambiente tranquilo, seguro, harmonioso e mais justo para todos.

 

O Serviço de Coordenação Pedagógica é responsável pelo planejamento, acompanhamento e pela orientação do trabalho escolar, realizado nos seus diversos segmentos, visando a qualidade da relação ensino - aprendizagem.

A coordenação Pedagógica é composta por uma pedagoga, com habilitação em Supervisão Escolar e Especialização em Psicopedagogia, nomeada pela Diretora Geral do CESAM - Palmas-TO.

A Coordenação Pedagógica se faz de forma permanente, através do contato direto com professores, assistentes, pais e alunos. Oferece também oportunidades de reciclagem/Formação Continuada dirigidas ao corpo docente e trocas de experiências. Trabalha de forma integrada com os demais setores da escola.

Tem por finalidade a assistência ao educando, individualmente e/ou em grupo, no âmbito da Educação Infantil, visando ao desenvolvimento integral e harmonioso de sua personalidade, preparando-o para o exercício das opções básicas da vida e da cidadania. 
 

ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS

ADMINISTRAÇÃO 
A Rede Marcelina utiliza os Recursos Humanos, Físicos e Materiais de que dispõe com o objetivo de alcançar um resultado eficaz, visando a sustentabilidade e atuando de forma socialmente responsavel. Busca utilizar corretamente estes recursos, fundamentando suas ações através da elaboração de instrumentos e técnicas capazes de promover o bom desempenho da instituição.

 

DEPARTAMENTO PESSOAL

O Departamento Pessoal da unidade Santa Marcelina - Palmas, composto por uma administradora, é responsável pelo processo de Admissão, Compensação e Desligamento do funcionário.

No ato da Admissão tem por atribuição adequar o profissional nas funções do cargo e efetuar o registro de acordo com a legislação do trabalho, cuidar de todo o processo de integração do indivíduo na empresa, dentro dos critérios administrativos e jurídicos.

É de responsabilidade do DP fazer o controle de frequencia, pagamento de salários e benefícios, bem como de pagamento de taxas, impostos e contribuições.

A partir da integração dos empregados na empresa, tem início no controle de frequencia ao trabalho, elaboração da folha de pagamento, controle de benefícios e finaliza em cálculos de tributos.

O setor é incumbido de cuidar do processo de desligamento e quitação do contrato de trabalho, estendendo-se na representação da empresa junto aos órgãos oficiais (DRT, Sindicato, Justiça do Trabalho, etc.) e cuidar de toda rotina de fiscalização.

BRINQUEDOTECA

Com a brinquedoteca  pretende-se ampliar os conhecimentos na área de Educação Infantil, trabalhando a ludicidade enquanto ciência, tendo o brinquedo, o jogo e as brincadeiras como elementos facilitadores do processo ensino-aprendizagem, que proporcionam o crescimento da criança como um ser em constante desenvolvimento, buscando-se a evolução do saber, fazer na práxis pedagógica e o aprimoramento das habilidades cognitivas, afetivas e psicomotoras dos educandos.

Ao considerar a prática educativa, no âmbito escolar, como uma possibilidade de professores e alunos estabelecerem relações mais profundas entre o fazer e o compreender, a brinquedoteca atende as perspectivas da educação infantil, seus princípios metodológicos, o desenvolvimento humano, o desenvolvimento da inteligência e ainda uma ampla abordagem da importância do brincar, dos brinquedos e dos jogos, na construção do conhecimento da criança.

 

Também faz parte deste trabalho o envolvimento dos alunos e professores na tarefa de proporcionar às crianças, desde muito cedo, diferentes jogos como estratégias facilitadoras da construção do conhecimento, não esquecendo de um planejamento prévio dessa ação, auxiliando assim, o raciocínio da criança, pois o jogo sendo bem direcionado faz deste ato de jogar por si só, suficientes para cumprir objetivos próprios e essenciais (predeterminados) para o desenvolvimento biopsicossocial da criança, porque ao jogar, a mesma está movimentando todos os músculos, o seu cognitivo (memória, percepção, etc.) e todo o envolvimento social, pois estará em contato com outras crianças, aprendendo também a perder e a ganhar, caracterizando uma situação de iniciativa em poder brincar com aquilo que é de seu interesse e de sua própria habilidade.

O jogo é um fenômeno cultural com múltiplas manifestações e significados que variam conforme a época ou o contexto. A brincadeira é a ação que a criança desempenha ao concretizar as regras do jogo, ao mergulhar na ação lúdica. Os jogos, principalmente na Educação Infantil (Brinquedoteca), significam a possibilidade de auxiliar o professor na tarefa de ensinar, dando-lhe condições de trabalho para a ampliação do conhecimento da criança de forma lúdica, prazerosa, agindo e interagindo com o objeto de conhecimento e com o outro, tomando iniciativa, sendo capaz de rever ações e desenvolver em outros aspectos.

A articulação deste espaço. é essencial para oportunizar o desenvolvimento das interações sociais, das múltiplas inteligências, dos limites básicos indispensáveis para o convívio em grupo, da responsabilidade coletiva, do prazer de brincar, explorar, descobrir, criar.

 

A brinquedoteca é um espaço de aprendizagens significativas, prazerosas e cooperativas. A criança aprende pelo manuseio de materiais, de cores, de tamanhos, de formas, de sons, de texturas e resistências diferentes. Com a riqueza do material lúdico e de sucata, reconhece, identifica as semelhanças e diferenças, abstrai, classifica, simboliza. Um ambiente lúdico tão rico, com certeza contribuirá para o desenvolvimento de experiências de sucesso no espaço escolar possibilitando à criança a oportunidade de desenvolver a iniciativa, a autonomia e enriquecer as interações sociais.

A Brinquedoteca oferece condições para favorecer o processo de aprendizagem, através da utilização dos recursos lúdicos disponíveis em seu acervo tornando o processo mais atraente, dinâmico e prazeroso, desenvolvendo as múltiplas inteligências dos alunos, assegurando experiências de sucesso no ambiente escolar.

Objetivos da brinquedoteca

- Criar um espaço de convivência que propicie interações espontâneas e prazerosas;

- Desenvolver habilidades criativas, expressivas e motoras através de atividades lúdicas;

- Criar um espaço democrático de acesso ao brinquedo, jogos e brincadeiras, permitindo formas de expressão livre e de representação do mundo, na visão da própria criança, através de um atendimento não direcionado, tendo os educadores como "mediadores" das suas brincadeiras e construções imaginadas;

- Promover a utilização do objeto lúdico enquanto atividade facilitadora do desenvolvimento cognitivo global da criança;

- Proporcionar um equilibrado desabrochar da personalidade da criança para que venha a ser um adulto livre, lúcido, crítico e interveniente;

- Promover a liberdade de expressão nas suas diferentes vertentes;

- Proporcionar níveis equilibrados de convivência;

- Ensinar 'jogando' regras de civismo e convivência;

- Descobrir laços culturais entre diversos grupos;

- Incentivar a troca de vivências e/ou experiências de modo a que se desencadeie um maior enriquecimento cultural;

- Possibilitar a todos os alunos o acesso ao jogo, aos brinquedos e as brincadeiras.

 

A brinquedoteca disponibiliza de um acervo diversificado de livros didáticos e de Literatura Infantil, bem como de CDs, DVDs e fitas para atividades pedagógicas lúdicas.