Comunidade
Ancila Domino - DF

Brasília, a capital do país fundada em abril de 1961, surgiu no meio do cerrado. Por essa razão não havia infraestrutura suficiente para dar conta das necessidades da população local e das famílias
que se mudaram para as cidades que foram se estabelecendo ao redor do Distrito Federal. Em 1976 havia três colégios de religiosas na região, mas eram poucas as acomodações destinadas a
abrigar os estudantes que vinham de fora, especialmente as moças.


Foi para satisfazer a essa necessidade que as Irmãs Imaculada Rachel Pires e Eugênia Lázari rumaram para Brasília em 1976 e deram início à instalação do primeiro pensionato feminino da capital. Durante dois anos elas ficaram hospedadas no Colégio Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, até que em 1978 a casa foi inaugurada. O evento foi marcado por uma missa solene celebrada por Sua Excelência Reverendíssima Dom José Newton de Almeida Baptista, o primeiro Arcebispo de Brasília, cerimônia que foi acompanhada por Irmãs de diversos Estados, além de convidados ilustres.


Vinda de Botucatu, a Irmã Elena Menegon chegou com disposição para oferecer aulas de bordado, inicialmente ministradas no salão do pensionato. Ao desenvolver e ensinar outras técnicas de corte e costura, ela fundou a Escola de Artes. Com o tempo, os cursos se multiplicaram e foi necessário construir outro ateliê para dar conta de tanta demanda.


Com o passar dos anos, várias Irmãs passaram pela comunidade e contribuíram para o seu desenvolvimento e consolidação. A Irmã Vicentina Menin chegou em 1980 e deu novo impulso à instituição. Oito anos depois, com a chegada da Irmã Marcelina Munaro, formou-se a dupla orientadora da escola. Atualmente a instituição oferece cursos das técnicas de Tapeçaria, Faiança, Arte Sacra, Laca Chinesa, Fiorentino e Barroco (em madeira e na lona), dentre outras. A maior parte dos alunos é constituída de pessoas idosas ou em recuperação de saúde, recomendadas pelos médicos. Aos sábados são oferecidas aulas para crianças, a partir dos 10 anos.