Comunidade
Sagrada Família - SP

Tendo como inspiração as colocações carismáticas de Monsenhor Luigi Biragui denominadas “Casa e Família”, no início da década de 1950 a Superiora Irmã Sophia Marchetti decidiu fundar um pensionato na cidade de São Paulo. A intenção era proporcionar às alunas dos colégios Santa Marcelina uma oportunidade para desfrutar de um ambiente sadio, familiar e religioso.

Assim, foi escolhida uma casa localizada no bairro de Perdizes, construída na década de 1940, e que pertencia à tradicional família Lazatti. Quando o patriarca da família faleceu, a Irmã Sophia adquiriu o imóvel e, em 1951, as obras de restauração tiveram início. No ano seguinte, a casa foi aberta oficialmente.

Desde então, a Casa Sagrada Família se consolidou como um pensionato feminino de estilo familiar para jovens universitárias provenientes de outras cidades, Estados e até de outros países. Nos últimos anos, o imóvel tem passado por reformas, e atualmente o local é administrado por quatro Irmãs, que contam com a ajuda de cinco colaboradores.